CH Tecnologia
Rua Adalberto Ferraz, 42
Belo Horizonte - MG
CEP: 31.210-020
0800 200 0802
(31) 3311-0800
Últimos Posts
Pesquisar

Blog

Como terminais de autoatendimento podem reduzir filas

Como o autoatendimento vai melhorar seu negócio

Há anos escutamos que o futuro do mundo está no digital. Há mais tempo ainda fala-se da utilização das máquinas para melhorar os processos humanos, mas parece que passamos mais tempo ainda enfrentando filas.

Desde que a internet tornou-se algo acessível, cada vez mais investimentos são feitos na otimização e criação de novas tecnologias para ajudar a resolver esses problemas do cotidiano, que podem ir de apps a terminais de autoatendimento.

Na realidade, a digitalização não é o futuro do mundo, é presente. Pare e pense: quantas vezes por dia você usa o seu celular, não só para se comunicar, mas para ler, pesquisar informações, fazer compras e até mesmo se locomover? (Google Maps, Waze, Uber e aplicativos de táxis são basicamente imprescindíveis em um celular).

Sim, nossa rotina está cada vez mais envolvida com as novas tecnologias, mas elas não se limitam aos smartphones e seus inúmeros aplicativos. Todos os dias surgem ideias que visam automatizar e facilitar processos para negócios, ao mesmo tempo em que melhoram experiência de seus clientes.

Usamos apps todos os dias.

Mas um cuidado que se deve ter é não pensar apenas no que nunca foi visto antes, afinal não são poucas inovações que surgem inspiradas por tecnologias há muito conhecidas.

Os terminais de autoatendimento existem há décadas, mas seu potencial está longe de ser esgotado. Pelo contrário, quanto mais opções tecnológicas surgem, como plataformas de pagamento digital e QR codes, mais rica fica a gama de possibilidades a serem exploradas pelo mercado tecnológico.

Alguns exemplos de autoatendimento que são tendência no mundo só recentemente chegaram ao Brasil, e fazem sucesso entre os consumidores.

Mas por que apostar nos terminais de autoatendimento?

Um dos principais trunfos dos totens de autoatendimento são as melhoria na experiência do cliente. Hoje, mais do que nunca, qualquer problema que um consumidor possa enfrentar deve ser tratado com extremo cuidado.

Bem ou mal, os clientes sempre falam, e com a ascensão da internet, eles sempre são ouvidos.

Por isso, empresas que não estão dispostas a se adaptar e valorizar o cliente estão arriscando sua própria existência. Este foi um ponto muito falado na NRF Annual Convention – o maior evento do varejo do mundo –  deste ano, e um movimento que ganhou muita força é a diminuição dos pontos de atrito com o consumidor. Mas como os terminais de autoatendimento podem melhorar a jornada dos clientes?

Fila no cinema pode ser resolvida com autoatendimento

Photographer: Simon Dawson/Bloomberg via Getty Images

Para começar, os totens ajudam a diminuir as filas, das quais os consumidores tanto reclamam. Se há a oportunidade de agilizar o processo de finalização da compra, é inteligente usar. Além disso, o pagamento não está mais restrito às bandeiras de cartões aceitas pelas máquinas. Otimiza-se o processo como um todo.

Com o autoatendimento, as pessoas não ficam reféns da agilidade e atenção humanas. Não é necessário esperar pelo atendente; o próprio cliente pode realizar todas as etapas, o que diminui a ansiedade e impaciência geradas pela espera pelo outro. A segurança também pode vir com um trunfo dos totens.

Para  endossar todos estes pontos, conheça alguns cases de autoatendimento que deram certo.

Cases de autoatendimento

Totem de autoatendimento em aeroportos e outros serviços de atendimento.

Aeroportos:

Antigamente era necessário chegar com muita antecedência para pegar voos, ou arriscava-se pegar filas e até mesmo perder o avião. Hoje em dia, o processo começa em casa. O passageiro pode fazer seu check in online e seguir direto para o embarque, se não tiver bagagens a serem despachadas.

Mas mesmo aqueles que se esqueceram ou não tiveram oportunidade de realizar o check in online encontram vários terminais de autoatendimento nos aeroportos, basta digitar o localizador do voo e confirmar seus dados pessoais.

Estacionamentos:

há décadas a entrada nos estacionamentos de shoppings são feitas por terminais de autoatendimento, e recentemente esta facilidade expandiu-se também para o pagamento. Chega de esperar em filas para passar seu cartão e voltar para casa.

Cinemas:

Redes como a Cinemark possuem ao menos 3 totens de autoatendimento em suas instalações, o que agiliza bastante o processo de compras. O próprio cliente consegues ver os filmes e sessões disponíveis, escolher seu lugar na sala e mais, pode agilizar e comprar guloseimas para comer durante o filme, basta apresentar o cupom para retirar no snack bar.

 

Saúde:

Várias instituições de saúde, como laboratórios, contam com o autoatendimento para agendamento de consultas e exames, entre outros.

Lojas e supermercados:

Os terminais de autoatendimento no varejo chegaram apenas recentemente ao Brasil, mas há muito tempo estão presentes em lojas e supermercados nos EUA e na Europa. Este totem surgiu em 1992, em Nova York, e permite que os próprios consumidores passem suas compras em um terminal e realizem o pagamento.

Em alguns locais há restrições de uso, como máximo de 15 volumes ou pagamentos somente em cartão, mas este aspecto é variável. Para sair da loja os consumidores devem passar um código de barras que é impresso no cupom fiscal, que libera uma catraca, e normalmente há uma balança para as compras, que evita o furto.

Eventos:

Os totens são também um grande sucesso em eventos. O mais comum é a utilização deles para o entretenimento no local, para tirar fotos, por exemplo. Os convidados podem se divertir enfeitando as fotos com filtros e adesivos digitais, e as fotos são tiradas e impressas automaticamente. Mas além disso, uma outra forma de uso seria o próprio check in, para agilizar a entrada em grandes eventos, como festivais de músicas.

Compras processadas por terminais de autoatendimento

Compras processadas por terminais de autoatendimento via Wikimedia

Além dessas, há muitas outras possibilidades a serem exploradas, como totens para restaurantes, que poderiam otimizar os processos de pedidos e pagamentos.

Conheça o Tactio

A CH Tecnologia acredita no potencial dos totens de autoaendimento como uma tecnologia que proporciona uma melhor experiência para empresas e seus cliente. Foi pensando nisso que criou o Tactio.CH.

Tactio.CH é um terminal de autoatendimento que otimiza o processo de recepção de visitantes. Seu funcionamento é bem simples. A reunião é agendada pelo funcionário a ser encontrado, com os dados do visitantes, e o próprio visitante realiza sua identificação na portaria.

Após a identificação, com possibilidade de leitura biométrica e registro de foto, o visitante recebe o cartão de entrada, que libera a catraca na portaria, e o qual deve ser depositado na caixa ao lado da catraca na saída.

Autoatendimento nas suas mãos.

Com o Tactio.CH, a operação é realizada de forma rápida e automática, reduzindo as filas e até mesmo evitando atrasos devido ao tempo de espera em recepções.

Todo o processo ocorre em 4 etapas: agendamento pelo sistema; identificação no totem; liberação do cartão; acesso ao prédio com o cartão de visita.

Como dissemos, não se deve deixar passar oportunidades de inovação que podem melhorar a experiência dos negócios com seus clientes. O mundo está cada vez mais digitalizado, automatizado e qualquer otimização de tempo e processos é muito valorizada.

Por isso, arriscar na inovação é inteligente. Arriscar em agradar o cliente é muito inteligente.

Relembrando: por que você deveria usar um terminal de auto atendimento, como  Tactio.CH?

  • Valoriza a experiência do consumidor, diminuindo fricção;
  • Reduz filas;
  • É prático, e otimiza os processos (como pagamentos e, no caso da Tactio.CH, a admissão nos prédios);
  • É seguro;
  • É uma inovação, mas tem precedentes que são aprovados por consumidores o redor do mundo;
  • Reduz gastos com pessoal.

Com informações de EcommerceNews, ItForum 365, G1, Fecomercio, Skills Brasil, Veja SP, Goad Media e Endeavor.

Sem comentários

Deixe um comentário